Cerca de 2% das colegiais japonesas possuem distúrbios alimentares

by

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde do Japão e realizada entre 2009 e 2010 nas instituições de ensino médio do arquipélago revelou que 2% das estudantes sofrem algum tipo de distúrbio alimentar, enquanto que entre os rapazes, esse índice fica em 0,2%. Os resultados foram apresentados através da agência de notícias Kyodo.

Na tentativa de perder peso, as estudantes apelam para laxantes, vômito após as refeições, falta de alimentação e trabalho excessivo. Entre os motivos que levam essas estudantes a parar de comer adequadamente estão o hábito de ficarem acordadas até tarde, a falta de refeições em família, indiretas por parte de familiares para que percam peso e a sensação de que os demais não entendem seus sentimentos. Segundo o pesquisador do Centro Japonês de Psiquiatria e Neurologia Gen Komaki, responsável pelos estudos, as estudantes precisam com urgência de tratamento médico tanto na questão mental quanto física.

Com relação à compulsão alimentar, cerca de 3,5% das garotas e 1,3% dos rapazes costumam exagerar nas refeições em pelo menos oito vezes a cada mês.

Fonte: Breitbart

 

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: