Devido a falta de combustível, corpos de vítimas de desastre estão sendo enterradas; cremações serão adiadas

by

Com a escassez de combustível para manter crematórios, os japoneses estão sendo obrigados a enterrar os corpos das milhares de vítimas do tsunami e do terremoto em valas coletivas, criadas rapidamente por soldados no nordeste do Japão, área mais atingida pelos desastres naturais. Como também não há tempo e material suficiente para fabricar caixões de madeira, alguns dos corpos terão de ser enterrados em sacos plásticos. Posteriormente, quando o abastecimento de combustível voltar ao normal, os corpos serão desenterrados e cremados apropriadamente.

No Japão, quase 100% dos corpos de falecidos são cremados. Para cremar um único corpo, são necessários 50 litros de querosene, quantidade impossível de ser obtida no momento para cada um dos milhares de mortos contabilizados no desastre.

Apenas em Higashimatsushima, em Miyagi, deverão ser enterrados mil corpos.

Fonte: Sidney Herald

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: