Posts Tagged ‘Haruki Murakami’

Livro de Haruki Murakami na lista dos melhores de 2011 do The Economist e da Amazon

08/12/2011

1Q84, do escritor japonês Haruki Murakami, figura no topo da lista de melhores livros de 2011 do jornal The Economist (categoria ficção) e no segundo lugar do Top 20 Melhores Livros do Ano da Amazon (na categoria geral e no Top 10 de Literatura & Ficção).

A obra foi originalmente lançada entre 2009 e 2010 no Japão – mas apenas em outubro de 2011 o livro ganhou versão em inglês e, desde então, tem sido bem recebido pelo público ocidental.

No Japão, os dois primeiros tomos da obra alcançaram o posto de mais vendidos de 2009, esgotando uma tiragem inteira em apenas um dia. O terceiro volume chegou a criar filas nas livrarias nipônicas.

Murakami costuma aparecer entre as apostas para o Nobel de Literatura e é conhecido por mesclar a realidade e a fantasia, incluindo elementos da cultura pop contemporânea. Entre outros, foi autor de Kafka à Beira-Mar, Dance Dance Dance, Norwegian WoodMinha Querida Sputnik – todos com versão em português.

Lançamento no Brasil

Segundo o G1, 1Q84 deve chegar ao Brasil em 2012 traduzido por Lica Hashimoto e sob o selo Alfaguara da Editora Objetiva.

Haruki Murakami recebe prêmio na Espanha e critica política nuclear do Japão

13/06/2011

O escritor Haruki Murakami, autor de livros como Caçando Carneiros e Kafka à Beira-Mar, entre outros títulos publicados no Brasil, recebeu no dia 9 deste mês o Prêmio Internacional da Catalunha, concedido anualmente pela Generalitat da Catalunya às personalidades que contribuem para o desenvolvimento da cultura, ciência e outras áreas do conhecimento. O autor recebeu 80 mil euros, quantia que será doada para ajudar os sobreviventes da tragédia do dia 11 de março.

No seu discurso, Murakami criticou a política nuclear japonesa, dizendo que após sofrer as consequências de duas bombas atômicas. o Japão deveria dizer não à energia nuclear. Ainda segundo Murakami, o arquipélago deveria desenvolver tecnologias que substituíssem as usinas nucleares, numa forma de assumir a responsabilidade pelas vítimas das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki.

Fonte: Japan Times

Trilha sonora da adaptação do livro Norway no Mori, composta por músico do Radiohead, será lançada em março

07/02/2011

O filme Norway no Mori (Norwegian Wood), adaptação do romance escrito por Haruki Murakami, terá sua trilha sonora lançada em 8 de março pela gravadora Nonesuch Records. As músicas do filme  dirigido por Tran Anh Hung (diretor de O Cheiro do Papaia Verde) foram compostas pelo músico Johnny Greenwood, integrante da banda britânica Radiohead, e a execução das faixas foi feita pela Orquestra da BBC, conduzida por Robert Ziegler, e pelo quarteto Emperor, com produção de Graeme Stewart. Além das composições de Greenwood, a trilha ainda tem mais 3 músicas compostas e tocadas pelo grupo alemão CAN.

O enredo é sobre o estudante Toru Watanabe, fã da música Norwegian Wood e que vive na década de 60 sem muitas expectativas na sua vida. As coisas começam a mudar quando ele reencontra Naoko, que era namorada de um amigo que se suicidou aos 17 anos, e a colega de classe Midori, mulheres pelas quais o rapaz alimenta sentimentos.

No Brasil, Norwegian Wood foi publicado pelo selo Alfaguara, da Editora Objetiva. O romance chegou a ser comparado com O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger.

Fonte: Word and Film

Teaser do filme de Norwegian Wood, baseado no livro de Haruki Murakami

21/07/2010

O site oficial do filme Norwegian Wood (Norway no Mori, em japonês) lançou o primeiro teaser da película, dirigida pelo vietnamita Tran Anh Hung. O filme é uma adaptação do romance homônimo escrito em 1987 por Haruki Murakami, conhecido mundialmente por incluir referências como jazz e cultura pop em suas histórias. O título do filme faz referência à música homônima dos Beatles, e que é a preferida de um dos personagens.

O enredo é sobre o estudante Toru Watanabe, que vive na década de 60 e não tem muitas expectativas na sua vida. As coisas começam a mudar quando ele reencontra Naoko, que era namorada de um amigo falecido aos 17 anos, e a colega de classe Midori, pelas quais o rapaz alimenta sentimentos.

No Brasil, Norwegian Wood foi publicado pelo selo Alfaguara, da Editora Objetiva. O romance chegou a ser comparado com O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger.

Fonte: Nippon Cinema

Terceiro volume de 1Q84, de Haruki Murakami, provoca correria nas livrarias nipônicas

16/04/2010

O romance 1Q84 (pronunciado como ichi-kew-hachi-yon, em referência ao n° 1984), de Haruki Murakami, teve seu terceiro e talvez último volume lançado nesta semana, quase 1 ano após o lançamento dos dois primeiros tomos, em maio de 2009. 1Q84 também é a primeira obra de Murakami após 5 anos, o que causou expectativa em seus fãs ardorosos, que, diferentemente do que ocorreu na época do lançamento de Kafka à Beira-Mar, não tiveram nenhuma informação relativa ao plot do livro.

Os dois primeiros volumes de 1Q84 venderam mais de 2 milhões de exemplares no Japão, encabeçando o topo da lista dos mais vendidos de 2009. Com o sucesso, as versões em coreano e em chinês também foram publicadas, faltando ainda uma versão em inglês, sem previsão de lançamento.

Os dois primeiros volumes de 1Q84

1Q84 conta a história de um homem e uma mulher – ela, uma assassina chamada de Aomame, e ele, o aspirante a escritor Tengo – que se conheceram durante a época em que eram apenas estudantes. Após algum tempo longe, ambos decidem se encontrar – fato que só poderá ser descoberto neste terceiro volume recém-lançado.

A Shinchosha, editora responsável pela publicação, produziu uma tiragem de 500 mil exemplares, mas decidiu imprimir mais 200 mil devido aos enormes pedidos das livrarias. Em algumas delas, é possível ver filas se formando do lado de fora, com pessoas dispostas a ler o mais depressa possível as 602 páginas da obra.

Fontes: Google News e CBC News

Haruki Murakami é premiado na Espanha

08/12/2009


O escritor japonês Haruki Murakami foi agraciado pela Espanha com a Ordem das Artes e das Letras, importante distinção oferecida às pessoas que se destacam na área cultural e social. A escolha de seu nome é um reconhecimento de sua obra, referência para a literatura contemporânea, de acordo com o Ministério da Cultura da Espanha. Além disso, é uma forma de homenageá-lo pelo sucesso que tem adquirido desde que “Caçando Carneiros” (na edição espanhola, La caza del carnero salvaje) foi publicado em território espanhol.

Por várias vezes o nome de Haruki Murakami é apontado como candidato ao Nobel de Literatura, mas infelizmente o escritor nunca levou o prêmio.

No Brasil, seus trabalhos publicados são Caçando Carneiros, Dance Dance Dance, Minha Querida Sputnik, Após o Anoitecer, Kafka à Beira Mar e Norwegian Wood, editados pela Estação Liberdade e Objetiva. Seu sucesso mais recente, “1Q84”, despontou como um dos mais vendidos no Japão, mas ainda não há previsão de quando será traduzido em português.

Fonte: Breitbart

Hayao Miyazaki é agraciado em Berkeley

27/07/2009
Miyazaki ganha reconhecimento com o prêmio em Berkeley

Miyazaki ganha reconhecimento com o prêmio em Berkeley

O Centro de Estudos Japoneses da Universidade da Califórnia, Berkeley, premiou neste sábado (25) o diretor Hayao Miyazaki, em uma cerimônia realizada no campus da instituição.

O prêmio é dado desde 2008 a todos os profissionais e personalidades que, com seus trabalhos e atitudes, ajudam o mundo a entender a cultura e a sociedade japonesa. O primeiro agraciado foi escritor Haruki Murakami, inaugurando a premiação que foi criada em comemoração aos 50 anos do Centro de Estudos Japoneses.

Fonte: Japan Times