Posts com Tag ‘Mangá’

Yoshitaka Amano virá ao Brasil para o Gameworld 2012

17/02/2012

Yoshitaka Amano

O desenhista Yoshitaka Amano, conhecido pela franquia Final Fantasy e pela colaboração com Neil Gaiman no livro Sandman: Caçadores de Sonhos (lançado pela Conrad) , virá ao Brasil pela primeira vez para participar do evento Gameworld 2012.  Durante o evento, Amano terá uma exposição própria, a Mostra Yoshitaka Amano, que terá 31 trabalhos originais. O artista virá a convite da Fundação Japão e da Tambor, empresa que está organizando o evento.

A Mostra Yoshitaka Amano acontecerá entre os dias 30 e 31 de março e 1º de abril, e haverá também uma palestra do artista para 600 participantes inscritos.  A mostra será gratuita, mas a entrada no Gameworld 2012 será cobrada.

A Gameworld chega a sua oitava edição trazendo três eventos, Gameworld Business (voltado para profissionais do segmento de jogos eletrônicos), o Troféu Gameworld (premiação nacional de games), e a Gameworld Expo. Os visitantes poderão conferir as novidades em games e poderão experimentar também produtos eletrônicos, como computadores, celulares e jogos.

GameWorld 2012 
Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569 – Consolação
São Paulo

Tel: (11) 3472-2000

Fonte: Fundação Japão, Gameworld 2012 e Alexandre Lancaster

Ganhadores do 5º International Manga Awards

16/02/2012

Via MoFA: O comitê do 5º International Manga Awards, prêmio que prestigia autores de mangá estrangeiros, anunciou na última terça-feira o nome dos ganhadores. Foram 14 nomes selecionados por autores e representantes das principais editoras japonesas, que tiveram ao seu dispor 145 trabalhos de mais de 30 nacionalidades.

Os vencedores são:

Ouro

 “I Kill Giants” (EUA)

Autores:  J M Ken Niimura (da Espanha) e  Joe Kelly (EUA)

Prata

 “Make a Wish! Da Xi” (Taiwan)
Autor:  Cory (Taiwan)

“The Man Who Follow His Own Voice” (Tailândia)
Autor:  Tanis Werasakwong (Tailândia)

 “When You Standing on Your Tiptoes” (China)
Autores:  Pan Li-Ping (China) e Zu Ya-le (China)

Os países com mais trabalhos enviados foram Tailândia (38), Malásia (21) e China (16).
A cerimônia de entrega dos troféus será feita na próxima sexta-feira em Tóquio.

Tweets em forma de mangá

14/02/2012

Via Asiajin: o site Manga Sozai Jiten, que oferece gratuitamente recursos para elaboração de mangás, promoveu seu site com um serviço que permite transformar seus tweets em uma cena de mangá. Basta que o usuário entre no site Manga Jet, escolha o cenário, a personagem e sua pose, e depois o balão de fala ou pensamento, e coloque a mensagem desejada. Posteriormente o site irá requerer que o usuário faça o login no Twitter para que a mensagem seja postada em forma de link.

Site Mangajet (reprodução)

O único porém  para os usuários ocidentais é que a inserção da mensagem segue o padrão japonês, com o texto escrito de cima para baixo!

 

Mangás mais vendidos no Japão em 2011

01/12/2011

O mangá mais vendido de 2011: apenas o volume 61 de One Piece vendeu mais de três milhões de cópias no Japão

Foi divulgada a lista anual da Oricon com o ranking dos mangás mais vendidos de 2011 no Japão. One Piece, de Eiichiro Oda, conquistou os primeiros lugares tanto na lista dividida por séries quanto no ranking por volumes.

A série de Eiichiro Oda vem sucessivamente batendo recordes de vendas no Japão. E a diferença entre os números é cada vez mais brutal: no ranking por séries, One Piece vendeu cerca de trinta milhões de cópias a mais que o segundo colocado, Naruto.

O ranking completo de vendagens em 2011 por séries foi o seguinte:

  1. One Piece de Eiichiro Oda (37.996.373 cópias vendidas)
  2. Naruto de Masashi Kishimoto (6.874.840 cópias vendidas)
  3. Blue Exorcist de Kazue Katō (5.223.712 cópias vendidas)
  4. Fairy Tail de Hiro Mashima (4.701.596 cópias vendidas)
  5. Toriko de Mitsutoshi Shimabukuro (4.665.634 cópias vendidas) (more…)

Diretor procura por figurantes para adaptação do mangá Shingeki no Kyojin

29/09/2011

O diretor Tetsuya Nakashima, conhecido pelos filmes Kamikaze Girls e Kokuhaku, está à procura de figurantes, “homens e mulheres saudáveis”, para participar da adaptação do mangá Shingeki no Kyojin, de  Hajime Isayama.  Serão selecionadas 80 pessoas para filmar as cenas em que cidadãos fogem de criaturas gigantes que invadem uma zona comercial.

No mangá, os gigantes chamados de Titãs são responsáveis por devorar e dizimar boa parte da população humana. Os sobreviventes vivem em locais protegidos por grandes muralhas, que impedem  que os Titãs atravessem e acabem com a população restante. Porém os gigantes encontram uma maneira de atravessar esta muralha, colocando os humanos novamente em perigo.

Fonte: Twitch

Vannen lança edição limitada de relógio de pulso ilustrado por Junko Mizuno

09/09/2011

A marca de relógios Vannen lança nesta sexta-feira a edição limitada do relógio Cirrina, desenhado pela autora Junko Mizuno, conhecida pelo seu trabalho com Cinderalla, mangá publicado no Brasil em 2006 pela editora Conrad.

Frente e verso do relógio (foto:divulgação)

Detalhe do relógio (foto:divulgação)

Embalagem do relógio (foto:divulgação)

A colaboração Junko Mizuno X Vannen Watches terá apenas 150 unidades assinadas, numeradas e com embalagem desenhada pela autora. E o produto ainda oferecerá a um sortudo a oportunidade de ganhar uma ilustração original da autora.

Os relógios podem ser adquiridos por este link.

Mangá de K-ON pela NewPop

04/07/2011

Um pouco atrasado, mas vamos lá: a editora NewPop fará o pré-lançamento de seu mais novo título, o mangá de K-ON, durante o Anime Friends, que será realizado entre os dias 9 e 10 de julho em São Paulo. O mangá terá 4 edições com 120 páginas cada, custando R$ 14,90 o exemplar.

foto:divulgação

K-ON, mangá de autoria de Kakifly, foi serializado na antologia Manga Time Kirara, da editora Houbunsha, e ganhou duas temporadas em anime adaptadas pelo estúdio KyoAni, obtendo grande sucesso no Japão e no mundo. No final deste ano, o primeiro longa da série será exibida nas telonas japonesas.

K-ON é tão querido no Japão que periodicamente a rede de  lojas de conveniência Lawson realiza vendas especiais de produtos relacionados à série.

Sinopse via Anime Pró:

O clube de música do colégio está prestes a fechar as portas por falta de integrantes, e a única saída é completar a cota colocando Yui Hirasawa como guitarrista. O problema é que a garota nunca tocou numa guitarra… na vida. Junto com a baixista Mio Akiyama, a baterista Ritsu Tainaka e a tecladista Tsumugi Kotobuki, Yui vai aprender os desafios de ser uma grande estrela da música ao mesmo tempo em que precisam estudar para as provas.

Universidade Kyoto Seika lançará doutorado sobre mangá

09/06/2011

Via @Bordieu: a Universidade Kyoto Seika anunciou nesta semana um programa de doutorado voltado apenas para mangás e que estará disponível a partir de 2012. A instituição privada é conhecida por ter cursos especializados para interessados em fazer parte do mercado de quadrinhos e de animação, que compõem um departamento separado das faculdades de artes e design. O mestrado oferecido pela Kyoto Seika foi lançado no ano passado.

Além dos cursos e dos programas de pós-graduação, a universidade também possui um centro de pesquisas voltado apenas para os estudos sobre mangá.

Hoje é aniversário de Yasuhiro Nightow, autor de Trigun

08/04/2011

O aniversariante de hoje é o mangaká Yasuhiro Nightow, autor do mangá Trigun, que completa 44 anos de idade.

Nascido em Yokohama em 1967, o autor cursou Ciências Sociais na Universidade Hosei em Tóquio, para onde sua família mudou após uma transferência de trabalho do seu pai. Antes de decidir pela carreira de autor profissional, Nightow produziu dojinshis e trabalhou em um construtora, largando seu emprego para se dedicar apenas aos mangás e design de games. Sua série Trigun estreou em 1995 pela Shonen Captain, da Tokuma Shoten, e a sequência Trigun Maximum foi iniciada em 1998 na revista Young King Ours, da Shonen Gahosha. Posteriormente Trigun ganhou uma adaptação para anime produzida pelo estúdio Madhouse.

Trigun e Trigun Maximum foram publicados no Brasil pela Panini Comics.

One Piece volume #60 bate recorde:mais de 3 milhões de exemplares já foram vendidos no Japão

07/04/2011

O mangá One Piece, de Eiichiro Oda, alcançou mais de 3 milhões de exemplares vendidos, feito que o transforma no primeiro mangá no ranking da Oricon a atingir tal marca desde que a lista foi iniciada, em 2008. Segundo o Oricon, o volume #60 vendeu 3.011.000 cópias,e o volume #61 está prestes a repetir a marca, já tendo alcançado 2.996.545 de cópias vendidas.

O mesmo volume #60 de One Piece havia batido outro recorde no ano passado, sendo o primeiro mangá a vender mais de dois milhões de exemplares em sua primeira semana de vendas. E o volume #61 bateu outros recordes ainda mais impressionantes, como a venda da mesma quantia de exemplares em apenas três dias e tendo uma tiragem de 3.8 milhões de cópias!!  Ao todo, já foram vendidos mais de 200 milhões de exemplares de todos os mangás de One Piece, marca que deve aumentar muito mais daqui pra frente.

Fonte: ANN

Hoje é aniversário de Kazushi Hagiwara, autor de Bastard!!

04/04/2011

O autor Kazushi Hagiwara, autor de Bastard!!, é o aniversariante de hoje, completando 48 anos de idade.

Nascido em 1963, Hagiwara estreou como autor em 1987 com histórias curtas publicadas em especiais da Shonen Jump e da Shueisha. No ano seguinte, o autor inicia a publicação  na Shonen Jump do mangá Bastard!!, cujo desenrolar se prolonga até hoje, devido a periodicidade irregular dos capítulos, publicados atualmente na Ultra Jump. A série foi transformada em 1992 em um OVA de 6 capítulos pelo estúdio AIC.

Bastard!! é publicado no Brasil pela editora JBC.

Mangá ataca sucesso de grupos musicais sul-coreanos

17/01/2011

Segundo o Korea Herald, o mangá K-POP Boom Netsuzō Setsu o Oe! (Análise das mentiras sobre o boom K-POP) está denegrindo a imagem de dois grupos de sucesso: KARA e Shoujo Jidai (Girl’s Generation).

O mangá, de autoria de Hanayama, responsável pelo roteiro, e por Shamoji, o desenhista do título, se refere claramente aos dois grupos que estão amealhando muitos admiradores japoneses. Tanto o KARA quanto o Shoujo Jidai são citados pelo nome e desenhados com as características mais conhecidas, como as vestimentas. Além das acusações de corrupção e de oferecer sexo em troca de favores, os grupos sul-coreanos ainda são taxados como vilões no entretenimento japonês.

Os representantes de KARA e Shoujo Jidai estão entrando em contato com advogados japoneses para efetuar ações legais contra os autores do mangá.

Fonte: ANN


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 43 outros seguidores